segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Artista do mês de janeiro - Jackson Pollock

O pintor norte-americano Jackson Pollock tornou-se famoso com as suas pinturas “pingadas”, compostas por um emaranhado de linhas e salpicos de cor.


 



JACK, O PINGADOR!

Para criar os seus quadros, Pollock inventou um novo método de trabalho. Dispunha a tela no chão e pingava, derramava e salpicava tinta para cima dela, o que lhe valeu a alcunha de “Jack, o Pingador”.

QUADROS ABSTRATOS

As pinturas pingadas são quadros abstratos, o que quer dizer que não tentam mostrar qualquer espécie de cena da vida real.
Em vez disso, Pollock criava padrões que são igualmente um registo dos movimentos que fazia ao pintar—arcos arrebatados e salpicos inesperados.
Por isso, no fundo, estes quadros são sobre ação implicada na sua criação.

  REPARA...

À primeira vista, pode parecer confuso e aleatório, mas Pollock insistia que “não tem nada de acidental”. Quando pintava, todos os seus movimentos eram intencionais e controlados. As pessoas que o viam diziam que era como assistir a um bailado, cheio de ritmo e energia.


Convergência, número 10. 1952.
Óleo e tinta de esmalte sobre tela, 237,49 x 393,7 cm. Buffallo, NI, Albright-Knox Art Gallery.
Mural, 1943/44. Óleo sobre tela, 247 x 605 cm. Cidade de Iowa, IA, The University of Iowa Museum of Art.


Verão: Número 9A, 1948. Óleo e tinta de esmalte sobre tela, 84,5 x 549,5 cm. Londres, Tate Gallery.


Consulte o Resumo Biográfico de Jackson Pollock




Painel - Artista do mês de janeiro - Jackson Pollock


Painel - Artista do mês de janeiro - Jackson Pollock

Sem comentários:

Enviar um comentário