segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Poemas de Aleixo - 5ª quadra


Inteligências há poucas.

Quase sempre as violências

nascem das cabeças ocas,

por medo às inteligências.



Sem comentários:

Enviar um comentário