segunda-feira, 21 de março de 2011

Hoje comemoramos o Dia Internacional da Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

Este dia Internacional foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) 20 anos depois do massacre ocorrido em 1960, em Shaperville. Em 21 de março desse ano, na África do Sul, 20.000 pessoas faziam um protesto contra a Lei do Passe, que obrigava a população negra a portar um cartão que continha os locais onde era permitida sua circulação. Porém, mesmo tratando-se de uma manifestação pacífica, a polícia do regime de apartheid abriu fogo sobre a multidão desarmada resultando em 69 mortos e 186 feridos.


O que se entende por discriminação racial?


A lei utiliza a expressão “discriminação racial” para enquadrar todos os comportamentos que directa ou subtilmente, prejudicam uma pessoa por força da sua cor de pele, da sua nacionalidade, da sua raça ou da sua origem étnica.
Em termos mais formais, entende-se por discriminação racial qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência em função da raça, cor, ascendência, origem nacional ou étnica, que tenha por objectivo ou produza como resultado a anulação ou restrição do reconhecimento, fruição ou exercício, em condições de igualdade, de direitos, liberdades e garantias ou de direitos económicos, sociais e culturais.


Para mais informações relacionadas com esta temática visita o site da Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial: http://www.cicdr.pt/





Respeite o Imigrante



Discriminar não é humano




Lágrima de preta

Encontrei uma preta

que estava a chorar

pedi-lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima

com todo o cuidado
num tubo de ensaio

bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,

do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,

as bases e os sais,

as drogas usada
s
em casos que tais.


Ensaiei a frio,

experimentei ao lume,

de todas as vezes

deu-me o que é costume:

nem sinais de negro,

nem vestígios de ódio.

Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.

António Gedeão

Sem comentários:

Enviar um comentário