segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Poema da Semana - As Árvores e os Livros

As Árvores e os Livros

As árvores como os livros têm folhas
E margens lisas ou recortadas,
E capas (isto é copas) e capítulos
De flores e letras de oiro nas lombadas.

E são histórias de reis, histórias de fadas,
As mais fantásticas aventuras,
Que se podem ler nas suas páginas,
No pecícolo, no limbo, nas nervuras.

Jorge Sousa Braga



Biografia
Licenciado em Medicina, nasceu em Vila Verde, Braga em 1957. Exerce a especialidade de Obstetrícia num hospital do Porto.
 A sua obra poética tem vindo a revelar-se de uma criatividade notável, sendo notório desde o primeiro livro De Manhã Vamos Todos Acordar Com Uma Pérola No Cu, de 1981, uma abordagem da temática dos Descobrimentos e da portugalidade sempre tomada pelo lado irónico e surrealista, com ressonâncias do movimento Beat, de São Francisco.
 A sensualidade, em poemas íntimos, e por vezes extremos, bem como a sua paixão pela poesia oriental têm-no levado a escrever haikus em língua portuguesa com assinalável perfeição.
 É também notável tradutor, tendo vertido para português poemas de Jorge Luis Borges, Matsuo Bashô, Li Po e Appolinaire, entre muitos outros.
Os seus cinco primeiros livros de poesia, publicados nos anos oitenta, encontram-se reunidos em O Poeta Nu (1991).

Sem comentários:

Enviar um comentário